sábado, 26 de março de 2011

RICK MARTIN, Cantor, gay assumido, levará Porto Rico ao inferno


RICK MARTIN

Pastora diz que cantor, gay assumido, levará Porto Rico ao inferno

A pastora Wanda Rolón disse que o concerto que Rick Martin fará em Porto Rico, é “abominável, com sadomasoquismo e nudez.”

A Pastora da megaigreja em Porto Rico, Wanda Rolón, respondeu nesta quinta-feira, 24 de março, às ofensivas feitas por seus comentários feitos em seu facebook sobre o cantor Ricky Martin na terça-feira, dizendo que o cantor que fará concerto nos dias 25, 26, 27 e 28 de março em Porto Rico, os levará (Porto Rico) ao "inferno." Ela afirmou que o concerto é "Abominável, com sadomasoquismo e nudez."

"Eu quero dizer a Ricky Martin que não há necessidade de ir chegar a estes extremos de confundir nossas crianças e jovens. é uma irresponsabilidade sua," disse a religiosa, em uma conferência de imprensa, no Senado de Porto Rico, nesta quinta-feira.

Ela enfatizou em várias ocasiões ter sido vítima nos últimos três dias de “ataques que nunca havia pensado,” na polêmica causada por seus comentários de que Rick Martin era alguém que iria “conduzir [a ilha de Porto Rico] ao inferno,” feitos em seu facebook na última terça-feira.

“Que o Senhor nos ajude este fim de semana. Deus tenha misericórdia de Porto Rico,” clamou Rólon que recebeu hoje (quinta-feira) por parte do Senado o reconhecimento como mulher distinguida do país.

Durante a conferência, não foi permitida a entrada de líderes ativistas gays que quiseram se pronunciar contra ela. Entretanto, alguns conseguiram se infiltrar destacando um jovem do Comitê contra a Homofobia e a Discriminação, ángel Luis Crespo, que criticou Rolón por impor crenças religiosas à Sociedade.

“Suas expressões perpetuam a opressão e discriminação na sociedade que estamos buscando para combater a desigualdade,” disse o jovem.

A pastora e fundadora da Primeira Igreja Cristã La Senda Antigua, de 3,000 membros, Toal Alta, norte de Porto Rico, escreveu uma mensagem referindo-se ao cantor na terça-feira 22 de março, por descordar com as intenções do cantor de deixar exposto o seu lado homossexual, do qual ele alega tratar-se de um aspecto natural do ser humano.

“Este fim de semana Porto Rico recebe um homem que Deus resgatou do inferno à sua luz admirável Nicky Cruz (evangelista fundador ada Nicky Cruz Outreach http://nickycruz.org/ ), enquanto que há outro que pretende levá-los ao inferno! RM [Ricky Martin], então se proclamou seu embaixador. Desperta Porto Rico, todos clamemos ao Senhor! Esta é a ilha do Cordeiro... Alerta de Deus,” publicou Rolón em seu facebook.

Imeditamente, uma centena de seus seguidores se expressaram a favor de seu comentário, enquanto que mediante ao desacordo de algumas pessoas, Rolón respondeu que “falar a verdade, alertar o povo é sabedoria, calar-se diante da mentira é pecado.”

Rolón eliminou a mensagem de seu “status” logo depois e publicou outra no lugar: “Jamais promovi o ódio, senão o amor de Cristo. Porque Ele não faz acepção de pessoas no momento de perdoá-los. São estes grupos que tem se dado nomes diferentes. Deus somente os chamou homem e mulher pois assim os criou. Seguirei pregando com todo o meu coração sobre o amor de Deus pois Ele não quer que ninguém se perca senão que todos nos salvemos.”

A pastora recebeu muitas críticas dizendo, “Proclamam a Deus mas não respeitam ao próximo. E que tal ‘o ame ao próximo como a ti mesmo???’ Não se supõe que todos somos filhos de Deus??? Se somos Cristãos somos Cristãos de verdade. Deixemos a hipocrisia ‘O que está livre de pecados, que atire a primeira pedra...’”

O Primeira Hora, publicação de Porto Rico, entrou em contato com a Pastora no mesmo dia da postagem, mas ela negou ter comparado Ricky Martin com o Diabo. Entretanto, ela disse que sim, censurou o astro portoriquenho por ele dizer que é gay.

Segundo a publicação, a pastora disse que falar com tanta abertura sobre a homossexualidade se faz ver a heterossexualidade como um pecado.

Ainda que a intenção de Ricky e de muitos outros que saem do clóset seja de ser reconhecido como um ser humano, com os mesmo direitos que os heterossexuais, a pastora assegurou que isso os isola.

“Eu creio que eles próprios se promovendo tanto, por estar com o namorado (referindo-se a Ricky) estão isolando a eles mesmos... Glorificar essa conduta? Não. Eu não glorificaria um viciado em drogas, ou os alcoólicos,” apontou ela.
Roló também negou que fomenta o ódio contra os homossexuais e assegurou que lhes prega a palavra “sem espírito separatista.” “Eu lhes peço que busquem a Deus para que deixem de ser adúlteros, fornicadores, mentirosos,” disse ela mencionando uma lista de pecados bíblicos. Ela mostra também sua preocupação de que as crianças pensem que ser “gay” está bem.

“Isso não é comum. A longo prazo isso vai trazer consequências,” afirmou.

Helga García, a porta-voz profissional de Ricky Martín, respondeu aos ataques da pastora nesta quarta-feira, recomendando que ela [a pastora] se lembre de seu “dever como embaixadora da palavra de Cristo,” e que se abstenha de expressões ofensivas contra Ricky Martin.

Em entrevista com a emissora Radio Isla de , García pediu para que ela “Abra sua Bíblia e leia,” antes de seguir pronunciando palavras pejorativas de uma pessoa [Ricky Martin] que tem dado “orgulho” para a Ilha de Porto Rico.

García afirmou também, de acordo com a rádio, que o artista está focado em sua carreira e que é uma pessoa “muito espiritual.”

“Ricky Martin está focado sempre, em seu trabalho e em fazer o bem. Em buscar paz para ele e para os que o rodeiam,” garantiu García.

E completou dizendo, “eu não tenho podido falar com ele, mas ele está focado no início do seu espetáculo em Porto Rico. é uma pessoa muito espiritual, estou certa de que ontem [terça-feira], se ele deu segundos de atenção à polêmica, o que ele fez foi somar e não restar.”

A porta-voz declarou que ela está “extremamente ofendida como portoriquenha,” e também fez questão de lembrá-la de seu papel como representante da Igreja.
“Me inquietou e me decepcionou grandemente como uma pastora, ou chamada pastora, uma mulher que move grande (quantidade) de pessoas ao seu redor, que tem o dom da palavra, não a utiliza para unir senão para desunir,” expressou García.
“A pastora tem todo o direito de expressar livremente sua posição, da qual compartilhamos, mas creio que ela também, por um minuto, deve fazer uma introspecção de quem ela é e qual é a mensagem que ela deve levar como representante da palavra de Deus na terra,” disse García.


Ela assegurou que a polêmica criada por Rólon não afetará em nada a abertura da nova turnê de concertos Música+Alma+Sexo, o último álbum de Ricky Martin.

Data: 25/3/2011 09:12:39
Fonte: Christian Post
Fonte: http://www.creio.com.br/2008/noticias01.asp?noticia=13036

Um comentário:

  1. Parabens nobre e dígna pastora!


    Estaremos orando e juntos lutaremos em prol da verdade absoluta A PALAVRA DE DEUS!


    Cley Mongenot

    ResponderExcluir