sexta-feira, 15 de abril de 2011

Historiador italiano diz que homossexualidade levou a decadência do Império Romano e sugere que AIDS é castigo divino

Roberto De Mattei é historiador e vice presidente do Centro Nacional de Pesquisa da Itália e está causando um grande escândalo ao afirmar em uma palestra que a cidade de Cartago era um "paraíso de devassidão e homossexuais" e que os bárbaros foram um instrumento divino para para "punir a transgressão moral" e eliminar "esta praga".

O professor universitário e historiador do cristianismo se baseou na obra de Salvian Marselha, do século V, para tecer suas afirmações. Em janeiro, ele defendeu ainda em uma rádio cristã que a teoria ainda era atual e que Deus estaria castigando a humanidade “Vivemos em uma época em que um dos piores vícios são alimentados pelos mass media e até consagrado na lei como os direitos humanos. Deus tira o bem do mal, mas o mal deve ter a sua pena no tempo ou na eternidade”, disse o historiador. Uma petição iniciada por acadêmicos já conta com mais de 10 mil assinaturas e pede sua demissão.

Fonte: Revista Ladoa

++++

Nota deste Blogger:

A INTOLERÂNCIA HOMOSSEXUAL É VIOLENTE E TERRORISTA, nenhum intelectual pode discordar da GAYSTAPO que começam as assinaturas por demissão, imaginam se os cristãos fizessem o mesmo. A minha filha tem um professor gay-homossexual, imagine se atacasse como os terrorista gays fazem contra os cristãos e pessoas que muitas vezes não tem "religião", mas, pensa diferente?

Está na hora da OAB, MPF, Ministério da Justiça acordar para a implantação da Ditadura Gay que será pior que a "Ditadura Militar" de 64.

Nenhum comentário:

Postar um comentário